segunda-feira, 16 de novembro de 2015

Colocar um bebê num andador é como dar uma Ferrari a um adolescente: o risco de acidente é enorme. Tanto que o equipamento é proibido em vários países. A Justiça brasileira também vêm determinando a proibição da venda de andadores em alguns Estados.

Estudos britânicos mostram que o andador é o equipamento infantil que mais provoca acidentes e lesões, em especial devido à velocidade que os bebês podem atingir.

A maioria dos acidentes acontece quando o bebê tromba em alguma coisa, encontra um degrau ou um obstáculo e o andador vira. Um simples sapato ou brinquedo no meio do chão já pode causar esse tipo de acidente.

Em geral, a primeira parte do corpo do bebê a ser atingida em um acidente com andador é a cabeça, podendo haver traumatismos cranianos de diversas proporções.desde leves, sem consequências, até bem mais graves e, em casos extremos, fatais.

Além disso, os andadores não contribuem nada para a criança aprender andar. Na verdade, podem até atrasar um pouco o processo. Para atingir os marcos do desenvolvimento, o bebê precisa passar pelas fases de rolar,sentar (é verdade que alguns pulam essa fase) e brincar no chão.

Postar um comentário